follow me on Twitter

Post Aleatório

A Carregar...
Gadget by The Blog Doctor.

13.4.16

Memorabilia: Revistas / Magazines / Fanzines (203) - Unknown Town - #4


UNKNOWN TOWN
Nº 4 - Ano 2 - 1998 - Viseu
16 páginas policopiadas a p/b (A5 dobrado em A5)

Edição: Sadness Productions
Design & Concepção: HCampos & N.F.P.
Textos: Nuno Pereira, José Rocha, Ivo e Peres
Fotos: N.P. (fotos de bandas) e F. Poço (Desportos Alternativos)
Impressão e Montagem: Melancolic Studio
Tiragem: 300 exemplares
Preço de Capa: 50$
Contacto:
...



Editorial
Sejam então bem vindos ao número 4 desta zine de Viseu.
Neste novo registo da Unknown Town temos algumas novidades, mais quatro páginas que implica mais matérias que espero que seja do agrado de todos os leitores. Na capa temos mais uma vez um trabalho conjunto de NP e HC. Nas primeiras páginas reincidimos nos Shiver que deu uma grande projecção da cidade Viseu ao ganhar o concurso de metal "Don't stop le metal" em Vizela. Isto porque é um reconhecimento do trabalho que se vai realizando ao longo dos tempos não só importante para moralizar internamente (ego) mas também para dar a mostrar aos outros das capacidades do trabalho realizado. Segue-se a rubrica habitual Curtas & Directas com um destaque ao ultimo cd dos Bizarra Locomotiva. Temos ainda um texto sobre o maior festival de música em Portugal que este ano contou com a excelente e expoente máximo da música os Portishead.
Contamos com mais Foto Grafiti, (fotos exclusivas) Diz-que-diz, Letras de música neste número dedicado a Manchester.
Podemos contar ainda com um texto sobre Vegetarianos e o festival de metal em Mangualde. Importante referir que as fotos aqui expostas estão na nossa página da net (com um pouco mais de qualidade).
Ultima mensagem é a de sempre, estarem bem com vocês próprios, fazerem o que acham certo, não darem atenção á hipocrisia das pessoas e da sociedade e lutarem pelos seus próprios ideais.
Boas audições, boas leituras e passem pelo vosso cinema preferido. Até sempre.
Nuno Filipe Pereira

Bizarra Locomotiva
"Bestiário", após dois longos anos arranjos e de produção deste novo trabalho de originais, este está pronto a ser recebido e aclamado por todos os fãs. Este novo registo da banda é uma nova fase na carreira do grupo já caracterizada pela maturidade sonora e pela experiência adquirida ao longo dos anos e concertos na estrada realizados um pouco por todo o lado. Com um novo elemento, Miguel Fonseca que é parte integrante dos Thormenthor adicionou aos Bizarra os seus já habituais riffs metálicos contribuindo para uma outra sonoridade melhorada na secção rítmica.
As vocalizações grotescas de Sidónio estão cada vez mais poderosas e alternam-se por vezes com suaves vocalizações de Armando Teixeira, definindo dois antagónicos pólos e que resultam bem. A componente ambiente e melódica não foi deixada ao acaso, atribuindo um carácter mais abrangente e atractivo, apesar da temática sobre este registo ser "bestiário". Este registo poderá considerar-se um disco rock em que as conotações ao metal e ao pop encontram-se camufladas e estabelecem em certos temas elos importantes. Com doze temas "bestiário" consegue demonstrar o seu próprio estilo, fazendo com que os Bizarra conseguissem sobreviver e demarcar-se a grupos como Young Gods e aos movimentos do rock alternativo.
NF





Sem comentários:

Posts Relacionados

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...