follow me on Twitter

Post Aleatório

A Carregar...
Gadget by The Blog Doctor.

29.12.11

Livros sobre música que vale a pena ler (e que eu tenho, lol) - Cromo #6: Simon Reynolds - "Retromania - Pop Culture's Addiction to Its Own Past"


Acabadinho de chegar...

autor: Simon Reynolds
título: Retromania - Pop Culture's Addiction to Its Own Past
editora: Faber and Faber
nº de páginas: 458
isbn: 978-0-86547-994-4
data: 2011 (1ª edição - Americana)


sinopse:
Vivemos numa idade da Pop que ficou louca pelo retro e maluca por comemorações: reformações de bandas e digressões de reunião, reedições expandidas de álbuns clássicos e caixas com faixas nunca editadas, remisturas e sequelas, álbuns de tributo e mash-ups... Mas o que acontece quando saímos do passado? Estaremos no dealbar de uma espécie de catástrofe cultural-ecológica onde os arquivos sonoros da história da pop ficaram exauridos?
Simon Reynolds, um dos melhores críticos musicais da sua geração, argumenta que de facto atingimos um ponto de ruptura, e que apesar de épocas anteriores terem tido também as suas obsessões com a antiguidade - os Renaissance com a sua admiração pelo classicismo de Roma e Grécia, as invocações do medievalismo pelo movimento Gótico - nunca houve uma sociedade tão obcecada com os artefactos culturais do seu passado imediato. Retromania é o primeiro livro a analisar a indústria do retro e questiona: Será que esta mania do retro é a sentença de morte para qualquer tipo de originalidade e distintividade de nós próprios?




28.12.11

Listas do FM - Cromo #2: Os Melhores Álbuns dos Anos 70


Os melhores álbuns dos anos setenta, segundo o melhor crítico musical de música popular português, Fernando Magalhães.

ANOS 70

A quem puder interessar: Lista dos melhores álbuns dos anos 70

1970

DAVID BOWIE — The Man who Sold the World
EGG — The Polite Force
GENTLE GIANT — Gentle Giant
KEVIN AYERS & THE WHOLE WORLD — Shooting at the Moon
KRAFTWERK - Kraftwerk
KING CRIMSON — Lizard
MAGMA — Magma
PINK FLOYD — Atom Heart Mother
SOFT MACHINE — Third
VAN DER GRAAF GENERATOR — H to He, Who am the Only one
+
Amon Düül II — Yeti
Blodwin Pig — Getting to This
Can — Soundtracks
Caravan — If I Could do it all over again I’d do it all over you
Cressida — Cressida
Curved Air — Air Condittioning
East of Eden — Snafu
Emerson, Lake & Palmer — Emerson, Lake & Palmer
Fairfield Parlour — From Home to Home
Fairport Convention — Full House
Frank Zappa - Chunga’s Revenge
Genesis — Trespass
Gracious — Gracious
John & Beverley Martyn — Stormbringer
King Crimson — In the Wake of Poseidon
Kinks (The) — Lola versus Powerman and the Moneygoround
Magna Carta — Seasons
Neil Young — After the Gold Rush
Nick Drake — Bryter Layter
Nucleus — Elastic Rock
Spirit - The Twelve Dreams of Dr. Sardonicus
Stooges — Fun House
T.2 — It'll all Work out in Boomland
Traffic — John Barleycorn must Die

1971

CAN - Tago Mago
CARAVAN — In the Land of Grey and Pink
FAUST — Faust
GENESIS — Nursery Cryme
GENTLE GIANT — Acquiring the Taste
MAGMA — 1001º Centigrades
NEU! — Neu!
SECOND HAND — Death May be your Santa Claus
TERRY RILEY — A Rainbow in Curved Air
VAN DER GRAAF GENERATOR — Pawn Hearts
+
Amazing Blondel — Fantasia Lindum
Amon Düül II — Dance of the Lemmings
Beggars Opera — Waters of Change
Ben - Ben
Burning Red Ivanhoe — W. W. W.
Comus — First Utterance
Curved Air — Second Album
Daevid Allen — Banana Moon
Dashiell Hedayat — Obsolete
David Bowie — Hunky Dory
Eilliff — Eilliff
Emerson, Lake & Palmer — Tarkus
Family — Fearless
Gila - Free Electric Sound
Gong — Camembert Electrique
Guru Guru — Hinten
Incredible String Band — Liquid Acrobat as Regards the Air
Jethro Tull — Aqualung
John Martyn - Bless the Weather
King Crimson — Islands
Kraftwerk — Kraftwerk 2
Led Zeppelin - IV (4 symbols)
Moving Gelatine Plates — The World of Genius Hans
Nico — Desertshore
Nucleus — We'll Talk about it later
Paul McCartney — Ram
Peter Hammill — Fool’s Mate
Pink Floyd — Meddle
Popol Vuh - Affenstunde
Robert Wyatt — The End of an Ear
Roy Harper - Stormcock
Sandy Denny — The North Star Grassman and the Ravens
Strawbs — From the Witchwood

1972

AMON DÜÜL II — Wolf City
CAN — Ege Bamyasi
CLUSTER — Cluster II
CURVED AIR — Phantasmagoria
DAVID BOWIE ¬— The Rise and Fall of Ziggy Stardust...
FAUST — So Far
GENTLE GIANT — Three Friends
HUGH HOPPER — 1984
MATCHING MOLE — Little Red Record
ROXY MUSIC — Roxy Music
+
Brainstorm - Smile a while
Caravan — Waterloo Lily
Dom - Edge of Time
Frank Zappa — Whaka/Jawaka
Frank Zappa - The Grand Wazoo
Genesis — Foxtrot
Gentle Giant — Octopus
Gnidrolog — Lady Lake
Kevin Ayers — Whatevershebringsweesing
Khan — Space Shanty
Kingdom Come - Kingdom Come
Klaus Schulze — Irrlicht
Lou Reed — Transformer
Matching Mole — Matching Mole
Pekka Pohjola — Pihksilmä Kaarnakorva
Stackridge — (Have no Fear) I only need your Friendliness
Stomu Yamashta — Floating Music
Strawbs - Grave New World
Tangerine Dream — Zeit
Yes — Close to the Edge

1973


CAN — Future Days
FAUST — The Faust Tapes
GONG — Radio Gnome Invisible, Part 2: Angel’s Egg
HATFIELD AND THE NORTH — Hatfield and the North
HENRY COW — The Henry Cow Legend
KING CRIMSON — Larks’ Tongues in Aspic
KRAFTWERK — Ralf and Florian
LOU REED — Berlin
PETER HAMMILL — Chameleon in the Shadow of the Night
ROXY MUSIC — For Your Pleasure
+
Agitation Free — 2nd
Area — Arbeit Macht Frei
Brian Eno — Here Come the Warm Jets
CMU — Space Cabaret
Cornucopia — Full Horn
David Bowie — Alladin Sane
Dzyan - Time Machine
Faust — Faust IV
Fripp & Eno — (No Pussyfootin’)
Genesis — Selling England by the Pound
Gentle Giant — In a Glass House
Gong — Radio Gnome Invisible, Part 1: The Flying Teapot
G. Evans, N. Potter, D. Jackson, H. Banton — The Long Hello
John Martyn — Solid Air
John Martyn - Inside out
Kingdom Come - Journey
Klaus Schulze — Cyborg
Lard Free - Lard Free
Magma — Mekanik Destruktiw Kommandoh
Neu! — Neu!2
Roxy Music — Stranded
Sandy Denny — Like an Old Fashioned Waltz
Soft Machine — Seven
Wigwam - Being
Yes — Tales from Topographic Oceans

1974

CAN — Soon Over Babaluma
CLUSTER — Zuckerzeit
GENESIS — The Lamb Lies Down on Broadway
GONG — You
KRAFTWERK — Autobahn
MAGMA— Kohntarkosz
PETER HAMMILL — In Camera
RICHARD & LINDA THOMPSON - I Want to See the Bright Lights tonight
ROBERT WYATT — Rock Bottom
TANGERINE DREAM — Phaedra
+
Ange — Au-delà du Délire
Area — Caution Radiation Area
Arne Nordheim - Electric
Arti & Mestieri — Tilt
Brian Eno — Taking Tiger Mountain (By Strategy)
Manuel Göttsching — Inventions for Electric Guitar
Carla Bley — Tropic Apettites
David Bowie — Diamond Dogs
Gryphon — Midnight Mushrumps
Gryphon — Red Queen to Gryphon Three
Harmonia — Musik von Harmonia
Henry Cow — Unrest
Jethro Tull — War Child
John Cale — Fear
Kevin Ayers — The Confessions of Dr. Dream
King Crimson — Red
Lady June - Linguistic Leprosy
Mothers of Invention — Overnite Sensation
Nico — The End
Pehka Pohjola — Harakka Biailopokka
Peter Hammill — The Silent Corner and the Empty Stage
Premiata Forneria Marconi — L'Isola di Niente
Roxy Music — Country Life
Roy Harper - Valentine
Sand - Golem
Slapp Happy - Slapp Happy
Stackridge - The Man in the Bowler Hat
Tasavallan Presidentti - Milky Way Moses
Yes — Relayer

1975

BRIAN ENO — Another Green World
CHIEFTAINS — The Chieftains 5
GILGAMESH — Gilgamesh
HARMONIA — DeLuxe
HENRY COW — In Praise of Learning
KLAUS SCHULZE — Timewind
MAGMA — Udu Wudu
SLAPP HAPPY HENRY COW — Desperate Straights
TANGERINE DREAM — Rubycon
VAN DER GRAAF GENERATOR — Godbluff
+
Amon Düül II — Vive la Trance
Arti & Mestieri — Giro di Valzer per Domani
Brian Eno — Discreet Music
Can — Landed
Clearlight — Clearlight Symphony
David Vorhaus — White Noise 2 — Concerto for Synthesizer
Fripp & Eno — Evening Star
Gentle Giant — Free Hand
Gong — Shamal
Gryphon — Raindance
Hatfield and the North — The Rotter’s Club
Henry Cow Slapp Happy — In Praise of Learning
John Cale - Slow Dazzle
Joni Mitchell — The Hissing of Summer Lawns
Mike Gibbs - The only Chrome-Waterfall Orchestra
Mike Oldfield — Ommadawn
Neu! — Neu! 75
Ned Lagin — Seastones
Peter Hammill — Nadir’s Big Chance
Phil Manzanera — Diamond Head
Robert Calvert — Lucky Leif and the Long Ships
Robert Wyatt — Ruth is Stranger than Richard
Soft Machine — Bundles
Steve Hackett — Voyage of the Acolyte
Zao - Shekina

1976

CAN — Unlimited Edition
CLUSTER — Sowiesoso
LA DÜSSELDORF — La Düsseldorf
HELDON- Un Rêve sans Conséquence Spéciale
MUFFINS — Chronometers
NEIL ARDLEY — Kaleidoscope of Rainbows
PENGUIN CAFE ORCHESTRA — Music from the Penguin Cafe
PICCHIO DAL POZZO — Picchio Dal Pozzo
RESIDENTS — The Third Reich 'n' Roll
VAN DER GRAAF GENERATOR — Still Life
+
Celeste - Principe di un Giorno
Frank Zappa - Zoot Allures
Gregory Allan Fitzpatrick — Snorungarnas Symfoni
Jon Anderson — Olias of Sunhillow
Magma - Attahk
Soft Machine — Softs
Tomita — Firebird
Tom Waits— Small Change
Van Der Graaf Generator — World Record
Zao - Kawana

1977

ASHRA — New Age of Earth
BRIAN ENO — Before and After Science
DAVID BOWIE — Low
IGGY POP — The Idiot
KRAFTWERK — Trans Europe Express
MARC HOLLANDER — Onze Danses pour Combattre la Migraine
PETER HAMMILL — Over
PHIL MANZANERA/801 — Listen Now
SUICIDE — Suicide
ZNR — Barricade 3
+
Carpe Diem — Cueille le Jour
Cluster & Eno — Cluster & Eno
Conventum — A L'Afflut d'un Complot
David Bowie — Heroes
Etron Fou Leloublan — Batelages
Jethro Tull — Songs from the Wood
John Greaves & Peter Blegvad — Kew. Rhone
Klaus Schulze — Mirage
Michal Rother — Flammende Herzen
Peter Gabriel — Peter Gabriel
Richard Pinhas — Rhizosphère
Roy Harper - Bullinamingvase
Spirit — Future Games
Terje Rypdal — After the Rain
Talking Heads — ‘77
Urban Sax — Urban Sax
Van Der Graaf — The Quiet Zone/ the Pleasure Dome
ZNR — Traité de Mecanique Populaire

1978


ART BEARS — Hopes and Fears
BRIAN ENO — Music for Films
DEVO — Q: Are We not Men? A: We Are Devo!
ENO, MOEBIUS & ROEDELIUS — After the Heat
NATIONAL HEALTH — Of Queues and Cures
PERE UBU — The Modern Dancing
PETER HAMMILL — The Future Now
RESIDENTS — Not Available
STEVE REICH — Music for 18 Musicians
TALKING HEADS — More Songs about Buildings and Food
+
Brian Eno — Music for Airports
Daevid Allen — N'Existe pas
Gregory Allan Fitzpatrick — Bildcircus
Ildefonso Aguilar — Erosión
Jon Hassell — Vernal Equinox
Klaus Schulze — X
Kraftwerk — The Man Machine
Pere Ubu — Dub Housing
Philip Glass — Einstein on the Beach
Ry Cooder — Jazz
Sammla Mammas Manna — Schlagerns Mystik
Terje Rypdal — Waves
This Heat — This Heat

1979

AKSAK MABOUL — Un Peu de l’Ame des Bandits
ANTHONY MOORE — Flying doesn’t Help
ART BEARS — The World as it is Today
CARLA BLEY — Musique Mecanique
CONVENTUM — Le Bureau Central des Utopies
HENRY COW — Western Culture
HOLGER CZUKAY — Movies
PERE UBU — New Picnic Time
RICHARD PINHAS - Iceland
TALKING HEADS — Fear of Music
+
Art Zoyd — Musique pour l’ Odyssee
Captain Beefheart — Shiny Beast (Bat Chain Puller)
Conrad Schnitzler — Blue Glow
David Bowie — Lodger
Devo — Duty now for the Future
Human League — Reproduction
John Surman — Upon Reflection
Jon Hassell — Earthquake Island
Joni Mitchell — Mingus
L Voag - The Way out
New Yorg Gong — About Time
Peter Hammill — PH7
Pink Floyd — The Wall
Residents — Eskimo
Robert Fripp — Exposure
Roxy Music — Manifesto
Snakefinger — Chewing Hides the Sound

FM




NWW List: Cromo #30 - Capsicum Red - "Appunti Per Un’ Idea Fissa"


Desta vez um dos representantes do rico progressivo italiano, mais para o estilo sinfónico, que tanta gente deslumbrou nos anos 70 com doses superlativas de virtuosismo instrumental e capacidade composicional ímpares.
Um grande disco.





LINK




27.12.11

Listas do FM - Cromo #1: Os Melhores Álbuns dos Anos 60


Os melhores álbuns dos anos sessenta, segundo o melhor crítico musical de música popular português, Fernando Magalhães.

ANOS 60

Os melhores álbuns que ouvi dos ANOS 60 (lista, obviamente, provisória)

1963

BEACH BOYS (THE) - Surfer Girl

1964

BEACH BOYS (THE) - Shut down, vol. 2
BEATLES (THE) - A Hard Day’s Night
MANFRED MANN - The Five Faces of Manfred Mann
STAN GETZ & JOÃO GILBERTO - Stan Getz/João Gilberto

1965

BEATLES (THE) - Help!
BEATLES (THE) - Rubber Soul
BYRDS (THE) – Mr. Tambourine Man
BYRDS (THE) – Turn! Turn! Turn!
FRANK ZAPPA - Freak Out

1966

BEATLES (THE) - Revolver
BYRDS (THE) - Fifth Dimension
JOHN MAYALL -John Mayall & The Bluesbreakers
KINKS (THE) - Face to Face
MONKS – Black Monk Time
MUSIC MACHINE (THE) – Turn on
SIMON & GARFUNKEL - Sounds of Silence
SIMON & GARFUNKEL - Parsley, Sage, Rosemary and Thyme

1967

BEACH BOYS (THE) - Pet Sounds
BEACH BOYS (THE) - Smiley Smile
BEATLES (THE) - Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band
BEE GEES – First
BYRDS (THE) - Younger than Yesterday
CREAM – Disraeli Gears
DAVID BOWIE – David Bowie
DONOVAN - Sunshine Superman
DOORS (THE) – The Doors
DOORS (THE) – Strange Days
FRANK ZAPPA - Absolutely Free
FRANK ZAPPA - We're only in it for the Money
HOLLIES (THE) - Evolution
HOLLIES (THE) - Butterfly
INCREDIBLE STRING BAND (THE) - 5000 Spirits or the Cayers of the Onion
JEFFERSON AIRPLANE - After Bathing at Baxter's
JEFFERSON AIRPLANE - Surrealistic Pillow
JIMI HENDRIX - Are you Experienced?
JIMI HENDRIX - Axis: Bold as Love
JOHN MAYALL - A Hard Road
JOHN MAYALL - Crusade
KINKS (THE) - Something else
LAURA NYRO - Eli and the Thirteenth Confession
LOVE – Da Capo
LOVE – Forever Changes
MOODY BLUES (THE) - Days of Future Passed
NIRVANA – The Story of Simon Simopath
PINK FLOYD - The Piper at the Gates of Dawn
TIM BUCKLEY – Goodbye and Hello
VELVET UNDERGROUND (THE) ¬– The Velvet Underground & Nico
ZOMBIES (THE) - Odessey & Oracle
+
BEATLES (THE) - Magical Mystery Tour
BONZO DOG DOO DAH BAND – Gorilla
CRAZY WORLD OF ARTHUR BROWN (THE) - The Crazy World of Arthur Brown
CREAM – Fresh Cream
ELMER GANTRY’S VELVET OPERA - Elmer Gantry’s Velvet Opera
JOHN MAYALL - The Blues alone
KALEIDOSCOPE – Tangerine Dream
LOVIN’ SPOONFUL – Daydream
MONKEES (THE) - Pisces, Aquarius, Capricorn & Jones Ltd.
MYSTIC ASTROLOGIC CRYSTAL BAND (THE) – The Mystic Astrologic Crystal Band
PROCOL HARUM – Procol Harum
RON GEESIN - As he Stands
SMALL FACES (THE) – From the Beginning
STRAWBERRY ALARM CLOCK (THE) - Incense and Peppermints
STRAWBS – All our own Work
TYRANNOSAURUS REX - My People were Fair and had Sky in their Hair…but now they are Content to
Wear Stars on their Brows
YARDBIRDS – Little Games

1968

BEACH BOYS (THE) – Wild Honey
BEACH BOYS (THE) - Friends
BEATLES (THE) - The Beatles
BEE GEES – Horizontal
BYRDS (THE) - The Notorious Byrd Brothers
COLLECTORS (THE) - Grass and Wild Strawberries
CREAM – Wheels of Fire
DONOVAN - A Gift from a Flower to a Garden
ERIC BURDON & THE ANIMALS – The Twain Shall Meet
FRANK ZAPPA - Lumpy Gravy
INCREDIBLE STRING BAND (THE) - The Hangman's Beautiful Daughter
JEFFERSON AIRPLANE - Crown of Creation
JETHRO TULL – This was
JOHN MAYALL - Bare Wires
JOHN MAYALL - Blues from Laurel Canyon
KINKS (THE) - The Kinks are Village Green Preservation Society
MILLENIUM (THE) - Begin
MOODY BLUES (THE) - In Search of the Lost Chord
PINK FLOYD – A saucerful of Secrets
PRETTY THINGS – S. F. Sorrow
SMALL FACES (THE) - Ogden's Nut gone Flake
SOFT MACHINE (THE) – The Soft Machine
TRAFFIC – Mr. Fantasy
VAN DYKE PARKS – Song Cycle
+
DOORS (THE) – Waiting for the Sun
FRANK ZAPPA - Cruising with Ruben and the Jets
GENESIS – From Genesis to Revelation
GEORGE HARRISON - Wonderwall Music
INCREDIBLE STRING BAND (THE) - Wee Tam & The Big Huge
MIKE WESTBROOK CONCERT BAND (THE) - Release
MYSTIC ASTROLOGIC CRYSTAL BAND (THE) – Clip on Put on Book
NICE (THE) – Ars Longa Vita Brevis
SIMON & GARFUNKEL - Bookends
SPOOKY TOOTH - It's all about
STATUS QUO - Picturesque Matchstickable Messages from the Status Quo
TYRANNOSAURUS REX - Prophets, Seers & Sages, The Angels of the Ages

1969

AMON DÜÜL II – Phallus Dei
BEATLES (THE) - Abbey Road
BLODWIN PIG - Ahead Rings out
CAN – Monster Movie
CAPTAIN BEEFHEART & HIS MAGIC BAND – Trout Mask Replica
CARAVAN - Caravan
COLOSSEUM - Those who are about to Die Salute you
COLOSSEUM - Valentyne Suite
CROSBY, STILLS & NASH - Crosby, Stills & Nash
DAVID BOWIE – Space Oddity
DOORS (THE) – The Soft Parade
EAST OF EDEN - Mercator Projected
FRANK ZAPPA - Uncle Meat
FRANK ZAPPA - Burnt Weeny Sandwich
FRANK ZAPPA - Hot Rats
JIMI HENDRIX - Electric Ladyland
KING CRIMSON - In the Court of the Crimson King
¬KINKS (THE) - Arthur or the Decline and Fall of the British Empire
LED ZEPPELIN - Led Zeppelin
NICO - The Marble Index
PINK FLOYD - Ummagumma
SOFT MACHINE (THE) – Volume Two
SPIRIT - The Family that Plays together
VAN DER GRAAF GENERATOR - The Aerosol Grey Machine
WHITE NOISE- An Electric Storm
+
CLIMAX BLUES BAND (THE) – Plays on
ERIC BURDON & THE ANIMALS - Every one of us
GONG - Magick Brother, Mystic Sister
HOLGER CZUKAY - Canaxis
INCREDIBLE STRING BAND (THE) - Changing Horses
JETHRO TULL - Stand up
JULIE DRISCOLL, BRIAN AUGER & THE TRINITY - Streetnoise
KALEIDOSCOPE – Faintly Blowing
LED ZEPPELIN - Led Zeppelin II
MAGNA CARTA - Magna Carta
MOODY BLUES (THE) - On the Threshold of a Dream
MOODY BLUES (THE) - To our Children's Children's Children
PINK FLOYD - More
RENAISSANCE - Renaissance
TOMMY JAMES & THE SHONDELLS - Crimson & Clover
TOMMY JAMES & THE SHONDELLS - Cellophane Symphony
TYRANNOSAURUS REX - Unicorn
WIGWAM - Hard ‘n’ Horny

NOTA: faltarão, obviamente, a esta lista, alguns álbuns importantes mas, como refiro no início, cingi-me aos que conheço bem e fazem parte da minha colecção.
Aceitam-se sugestões.

FM




26.12.11

Livros sobre música que vale a pena ler (e que eu tenho, lol) - Cromo #5: Rui Eduardo Paes - "Phonomaton: As Novas Músicas no Início do Séc. XXI"


autor: Rui Eduardo Paes
título: Phonomaton: As Novas Músicas no Início do Séc. XXI
editora: Hugin
nº de páginas: 186
isbn: 972-794-063-3
data: Setembro de 2001 (1ª edição)




sinopse:
Jornalista e crítico de música, Rui Eduardo Paes desenvolve a sua actividade desde 1984, tendo passado pelos mais diversos jornais e revistas, entre os quais «diário de Lisboa», «Diário de Notícias», «O Independente», «Expresso», «Blitz», «Revue & Corrigée» (França) e «Margen» (Espanha). Actualmente, escreve na «Promúsica» e no «Jornal de Letras», para além de ser Editor Associado do Departamento de Informática e Novas Tecnologias da Fereira & Bento. Autor dos livros «Ruínas - A música de arte no final do século XX», «A orelha perdida de Van Gogh» e «Cyber-Parker», todos editados pela Hugin, produziu o único CD lançado pelo duo de "avant-pop" Duplex Longa e co-produziu dois discos de Carlos Zíngaro, «Musiques de Scène» (AnAnAnAnA) e «Release From Tension» (audEo). Organizou ainda os dois volumes da colectânea «Way Out - New Music From Portugal» (AnAnAnAnA), destinada a divulgar a música experimental portuguesa além-fronteiras. É um dos fundadores da Bolsa Ernesto de Sousa, que tem como objectivo incentivar a arte "intermedia" nacional, fazendo parte do seu júri desde o início como representante da Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento.




NWW List: Cromo #29 - John Cage (c/ David Tudor) - "Variations IV"


Uma incursão na música contemporânea, por via de um dos seus mais lídimos representantes, John Cage, aqui com a preciosa ajuda de David Tudor. Claro que nada disto é coincidência: entre as influências mais fortes do rock progressivo e do krautrock, bem como de todas as músicas populares mais underground, contam-se os pioneiros da electrónica, como Stockhausen, mas também os inovadores da música clássica, que criavam aquilo a que se convencionou chamar de música contemporânea e/ou electroacústica.
Para aqueles que conhecem o texto “In The Grooves of this Record...”



LINK




23.12.11

Feliz Natal a Todos!






Livros sobre música que vale a pena ler (e que eu tenho, lol) - Cromo #4: Jorge Lima Barreto - "Droga de Rock!"


autor: Jorge Lima Barreto
título: Droga de Rock!
editora: & etc e tal
nº de páginas: 81
isbn: NA
data: Março de 1986


sinopse:
flash obnubilado pelo desejo da música à deriva em rock-off
Rock: 1980-1985
A Indústria do Rock
A Semipoética do Rock Português
Discografia (Lista)




NWW List: Cromo #28 - Brühwarm / Ton Steine Scherben - "Manstoll"


Krautrock versão "folk de cabaret" apimentada pelo activismo político caro a bandas como os Ton Steine Scherben, Floh de Cologne e outros. Este foi um disco editado por músicos de 4 grupos bem mais conhecidos do rock alemão da década de setenta: "Embryo", "Missus Beastly", "Sparifankal" e "Ton Steine Scherben".



LINK




Livros sobre música que vale a pena ler (e que eu tenho, lol) - Cromo #3: Simon Reynolds - "Totally Wired: Post-Punk Interviews & Overviews"


autor: Simon Reynolds
título: Totally Wired: Post-Punk Interviews & Overviews
editora: faber and faber
nº de páginas: 452
isbn: 978-0-571-23549-0
data: 2009


sinopse:
Do autor do best-seller sobre a história do post-punk, Rip It Up and Start Again, surge-nos agora Totally Wired, um livro associado de conversas com as mentes brilhantes que fizeram dos finais dos anos 70 e inícios dos 80, uma era tão criativa para a música mais radical e para a cultura alternativa.
Totally Wired contém trinta e duas entrevistas com alguns dos mais inovadores músicos do post-punk, e outras personalidades cheias de cor, da época - Ari up, Jah Wobble, David Byrne, Green Gartside, Lydia Lunch, Edwyn Collins - assim como outros agitadores e intérpretes desse período: patrões de editoras e agentes como Anthony H. Wilson e Bill Drummond, produtores de discos como Trevor Horn e Martin Rushent, e influentes DJs e jornalistas, como John Peel e Paul Morley.
Crepitante de argumentos e aspectos anedóticos, as conversas em Totally Wired trazem-nos uma dimensão humana rica à história do post-punk, cronicada em Rip It Up, aclamado pela crítica. Seguimos estes excepcionais (e frequentemente excêntricos) caracteres desde os dias iniciais até à sua glória, e por vezes desastre, das suas aventuras no post-punk. Ganhamos uma sensação vívida de indivíduos lutando contra tudo e todos para fazerem o seu mundo o mais interessante possível, e, no processo, deixando um legado de ambição artística e provocação que ainda reverbera nos dias de hoje.
Para além das entrevistas, Totally Wired também inclui uma secção de bónus, as "súmulas": mais reflexões de Simon Reynolds nos ícones chave do post-punk e cenas cruciais, incluindo aqui John Lydon e os Public Image Ltd, Ian Curtis e Joy Division, os conceptualistas das escolas de arte e proto-postpunkers Brian Eno e Malcolm McLaren, e a linhagem de glamour grotesco desde Siouxsie and The Banshees aos Novos Românticos.




21.12.11

NWW List: Cromo #27 - Anton Bruhin - "Von Goldabfischer"


Anton Bruhin apresenta uma música folky rock de vanguarda, num registo a fazer lembrar um pouco a música de Frank Zappa e Captain Beefheart, com a sua loucura e doses maciças de humor.
Vem da Suiça e tem vários outros trabalhos editados.



LINK (Lado A)
LINK (Lado B)




20.12.11

NWW List: Cromo #26 - Cabaret Voltaire - "Three Mantras"


Desta vez uma pequena incursão no post-punk, que desde logo começou a gerar as suas obras-seminais, alicerçadas na história da música experimental mas com o toque especial que o surgimento do punk lhes deu. Aqui temos os Cabaret Voltaire, que viriam a ser uma das bandas mais conhecidas e apreciadas do post-punk, versão industrial e electrónica experimental, juntando numa mesma música o rock industrial, o ebm e o electro, que seriam as vias por onde evoluiriam as bandas posteriores desta época. Pioneiros, portanto!
Aqui temos um dos seus primeiros trabalhos, e que chamou a atenção aos homens dos NWW.
Uma mistura de industrial, psicadelismo, improvisação, electrónica e, até, música de dança.



LINK




19.12.11

Livros sobre música que vale a pena ler (e que eu tenho, lol) - Cromo #2: Jorge Lima Barreto - "Musicónimos"


autor: Jorge Lima Barreto
título: Musicónimos
editora: Limiar
nº de páginas: 284
isbn: não tem
data: 1977/1978?


sinopse:
Um novo livro do autor da "Revolução do Jazz", o polémico volume que colocou Jorge Lima Barreto como um dos mais originais pensadores portugueses no terreno da música (e não só). Deste livro, diz o Dr. João de Freitas Branco no seu prefácio, que ele é «uma visão relacionadora cujo fim último é averiguar como a música, em toda a sua pluralidade sincrónica, e diacrónica, dá acesso a conhecimento humano e como pode actuar em processos de transformação da realidade presente...
... Igualmente rara na musicografia portuguesa, a acentuada multidisciplinaridade do discurso convida o leitor a olhar por diferentes prismas...
... Amor à causa da cultura progressista desmistificadora e libertadora...




NWW List: Cromo #25: Brave New World - "Impressions on Reading Aldous Huxley"


Mais um álbum do chamado Krautrock, desta vez um projecto de estúdio do anterior elemento dos City Preachers, Irishman John O'Brien-Docker. sob a batuta do engenhos engenheiro de som Thomas Kuckuck foi construída uma música muito original, principalmente instrumental com montes de flautas, percussão estranha, manipulação de estúdio e efeitos sonoros. Com toques de fusão com o jazz e sobretudo com a folk acidada, mas com um sentimento mais dramático e melancólico.
Um trabalho de classe mundial.




LINK




17.12.11

Livros sobre música que vale a pena ler (e que eu tenho, lol) - Cromo #1: Rui Eduardo Paes - "Ruínas: A música de arte no final do século"


autor: Rui Eduardo Paes
título: Ruínas: A música de arte no final do século
editora: Hugin editores, lda.
nº de páginas: 184
isbn: 972-8310-18-8
data: Outubro de 1996 (1ª edição)


sinopse:
A música deste fim de século vive dos despojos dos grandes edifícios musicais que se desmoronaram sob o peso das convenções e o esgotamento dos recursos que os sustentavam. Para todos os efeitos, as últimas vanguardas datam dos anos 60. Desde então cria-se música com todo o tipo de materiais e referências, vindos do passado, recuperados das geografias periféricas do planeta ou mesmo pilhados dos media. Redescobriu-se, até, o gosto pelo jogo e pelos labirintos, algo que ainda persiste nas sociedades orientais e africanas mas que o Ocidente esquecera.
Rui Eduardo Paes, o único jornalista que em Portugal desenvolve a sua actividade em torno das músicas de arte, escreve nestas páginas sobre as estéticas de ruína que hoje coexistem, reinventando processos e linguagens. Nas vésperas do Séc. XXI e do terceiro milénio, a música deve a sua riqueza à diversidade dos homens que a imaginam.




NWW List: Cromo #24: Brainstorm - "Smile a While"


Mais um álbum krautrock, dos muitos que impressionaram Steven Stapleton e o seu grupo, desta vez da facção jazz-rock. Não um jazz-rock do tipo da Mahavishnu Orchestra ou Weather Report, mas mais pontuado por alguma experimentação vinda dos lados de Canterbury ou do humor corrosivo tipicamente Zappiano. Com estruturas complexas e a participação de inúmeros instrumentos, todos eles sabiamente executados, este álbum proporciona-nos muitos minutos de verdadeiro prazer auditivo.




LINK




15.12.11

NWW List: Cromo #23 - Raymond Boni - "Pot-Pourri Pour Parce Que"


Desta vez uma incursão no jazz, mais propriamente no free jazz, na improvisação livre de quaisquer peias, deixando o espírito vagar por todo o universo, literal e musicalmente falando.
O guitarrista Raymond Boni, que chegou a ter algumas ligações com o mundo Magma, encontra aqui o saxofonista Claude Bernard e dão-nos um conjunto de duetos guitarra/saxofone cheios de elementos de surpresa, desde variações de ritmo, timbre e melodia inesperados a efeitos de pedais e outros, que nos mantêm colados ao som que sai das colunas, sempre à espera que nos troque as voltas.




LINK




14.12.11

NWW List: Cromo#22 - Blue Sun - "Blue Sun"


Mais um grupo dinamarquês, desta vez uma formação com as suas bases musicais no jazz-rock e na avantgarde. A maioria da sua música mais conhecida provém essencialmente de actuações ao vivo, muito baseada na improvisação e é dominada pelos saxofones, teclados e guitarra.



LINK




12.12.11

NWW List: Cromo #21 - Don Bradshaw-Leather - "Distance Between Us"


Álbum obscuro de 1972, em tons góticos e estilo de banda sonora de filme de terror, este álbum composto por 4 faixas (uma por cada lado do duplo LP) muito idênticas, compostas por piano, bateria circular, vozes femininas góticas e muitos teclados, num ambiente sombrio pontuado por drones cinzentas, convoca todos os fantasmas imaginários da mente. Obrigatório para quem gosta de música sombria, meditativa e encantatória, contendo ainda alguns laivos de psicadelismo.



LINK




10.12.11

NWW List - Cromo #20 - Franco Battiato - "Pollution"


Artista bem conhecido das vanguardas musicais e da perfomance, a sua aura internacional cimentou-se a partir dos anos 60 como compositor de música contemporânea.
Este álbum é o seu segundo e, tal como o primeiro, "Foetus", navega na área da experimentação electrónica, usando os sintetizadores e outros artefactos que na altura começavam a aparecer em força no mercado. Os arranjos são complexos e as letras estranhas, mas tal não impediu este trabalho, que podemos também integrar na área do progressivo, de atingir o top ten italiano, o que diz bem do espírito do tempo.



LINK




8.12.11

Nurse With Wound List - Cromo #19 - Banten - "Banten"


Grupo dinamarquês, composto por
Rob Van Der Broeck, Piano
Ernst Reijseger, Cello
Jurre Haanstra, Drums
que em 1972 editou para a BASF este LP.
O disco contém estilos de música muito variados ao longo da toda a sua extensão e, por vezes questiono-me sobre o porquê da sua inclusão nesta lista, predominantemente experimental. Mas não há nada como ouvir para poder formar uma opinião pessoal, como diria monsieur de La Palice.



LINK




7.12.11

NWW List - Cromo #18 - Amon Düül II - "Yeti"


Este é um dos mais famosos álbuns de uma das mais famosas bandas do famoso movimento krautrock, também conhecido por rock alemão, que nos anos 70 revolucionou toda a música rock.
Tanto que até serviu de capa à (famosa) bíblia do género, Krautrocksampler, da autoria de Julian Cope.
A música é basicamente uma "trip" psicadélica, guitarras ácidas a rodopiarem por todo o lado, riffs imensos, vozes fortes "bluesy", tudo num registo de improvisação (jam session), de forma coerente com a forma de vida dos músicos da banda, numa comunidade semi-hippie.
A não perder, para se saber de onde vêm muitas coisas que depois, e ainda hoje, aparecem como "originais".






LINK




6.12.11

NWW List: Cromo #17 - Ame Son - "Catalyse"


Neste álbum de 1970, os Ame Son foram uma das primeiras bandas a juntar o free jazz com o rock psicadélico.
A maioria das faixas começa com uma desbunda completamente freaky, passando depois a uma estrutura mais semelhante a uma canção, com os seus ritmos e melodias, para terminar novamente numa espécie de free jazz jam, com alguns abusos de flautas que dão o tom tipicamente finais dos anos 60, com verve underground.
Apesar do que dizemos, esta música, ao contrário de muitas outras da sua época não perdeu a sua frescura, não parece nada datada, sinónimo de que se trata de uma música intemporal.




LINK




5.12.11

NWW List - Cromo #16 - Alvaro - "Drinking My Own Sperm"


Primeiro álbum a solo da personagem chilena Alvaro Peña-Rojas, em 1977, depois de entre 1965 e 1967 ter feito parte dos Los Challengers e Los Bumerangs e ter regressado à sua terra natal, Valparaiso.
Este homem joga numa liga completamente apenas sua, sendo considerado, ainda hoje, a grande figura sombra de todo o rock chileno.
Só para verem o estilo, ele reclama para si a invenção do punk. Hmmm!
trata-se de uma música sempre nas franjas do avantgard, com muita experimentação e, sobretudo, uma inclusão nada disfarçada do folk andino. Uma música fragmentada, mas original e merecedora de bastantes e atentas audições.



LINK




4.12.11

Nurse With Wound List - Cromo #15: All 7-70 - "T’Other Little Tune"


Grupo criado e dinamizado em Providende, Rhode Island, USA, por Alan Sondheim, nos finais dos anos 60. Deles apenas se conhece este disco, editado em 1968, se bem que no ano anterior Alan já tenha editado outro disco mas com o nome do grupo um pouco diferente, Alan Sondheim / Ritual-All-770* - Ritual-All-7-70.
Se o primeiro trabalho consta de uma série de curtas improvisações levadas a cabo por Alan em vários instrumentos, com a ajuda de uma baterista, de um percussionista e uma vocalista, já o álbum que aqui tratamos se insere numa vertente mais electrónica, pioneira até no uso de sintetizadores e osciladores



LINK




3.12.11

NWW List - Cromo #14 - Älgarnas Trädgård - "Framtiden är ett Svävande Skepp, Förankrat i Forntiden "


Banda sueca com laivos intensos de psicadelia e montes de instrumentos bizarros.
Um produto do seu tempo, finais dos anos 60 / inícios dos anos 70. Para além do rock psicadélico movido a LSD juntam ainda tons de folk escandinava, como não poderia deixar de ser, e doses industriais de experimentação, que lhe confere o som inusitado que chamou a atenção aos NWW, responsáveis pelo desenterrar de mais uma pérola musical.
Seguem a capa, os dados e o link respectivo.
Boas audições!



LINK




1.12.11

NWW List: Cromo #13 - Alcatraz - "Vampire State Building"


Mais um dos álbuns incontornáveis do Krautrock da primeira metade da década de 70. Sons intensamente psicadélicos, com um pé no jazz e outro no rock, altamente carburado a ácido numa mistura que viria a marcar um subgénero musical, em que navegam também os Amon Düül II, os Agitation Free, os Guru Guru e tantos outros da mesma fornada não electrónica do krautrock.



LINK




30.11.11

NWW List: Cromo #12 - Airway - "Live At Lace"


Este disco é composto apenas por duas faixas, gravadas em 1978, e que são duas longas improvisações completamente psicadélicas e altamente distorcidas. todos os instrumentos (guitarras, bateria, sax, mandolin, baixo e vozes) sofreram uma elevada dose de tratamentos electrónicos.
Os Airway faziam parte da grande família LAMFS (Los Angeles Free Music Society).
Ao princípio era um projecto a solo de Joe Potts, membro dos Le Forte Four. Editou ainda um single, e depois juntaram-se-lhe outros músicos, designadamente o conhecido Tom Recchion na bateria.
Em todo o seu tempo de vida tentaram criar mensagens subliminares por detrás da parede de ruído, utilizando atraso na fita.
Desfizeram-se em 1979 e voltaram a juntar-se em 1998 para uma perfomance no Santa Monica Museum of Art, com 18 músicos. Existe uma gravação desta perfomance, com o título Beyond The Pink Live.
Um dos grupos que mais reclama da sua influência são os japoneses Hijokaidan.



LINK




Posts Relacionados

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...