follow me on Twitter

Post Aleatório

A Carregar...
Gadget by The Blog Doctor.

12.1.12

Livros sobre música que vale a pena ler (e que eu tenho, lol) - Cromo #7: Vários - "Os Melhores Álbuns da Música Popular Portuguesa (1960-1997)"


Este nem deu para scanear completamente, pois tem um formato esquisito, algures entre o A4 e o A3.
Vai mesmo "cortado" pois dá para ver o essencial.

autor: Vários
título: Os Melhores Álbuns da Música Popular Portuguesa (1960-1997)
editora: Público/FNAC
nº de páginas: 144
isbn: 972-8179-26-X
data: Julho de 1998




Os vários autores são: Rui Catalão, Jorge Dias, Marta Duarte, Fernando Magalhães, Luís Maio e Nuno Pacheco.
Os álbuns recenseados são mais de 100.

sinopse:
Apresentação
Desde os seus primeiros passos como projecto jornalístico que o Público procurou dar especial atenção à música, vendo nela um importante factor de cultura e de comunicação e não apenas, como outros o faziam e ainda fazem, de simples entretenimento. Por isso, desde a edição do seu primeiro número, a 5 de Março de 1990, que o Público mantém suplementos onde a música está presente não só na sua relação com o mercado mas também na evolução das mais variadas correntes e tendências estéticas: primeiro o "Vídeodiscos", depois o "Pop Rock" e por fim o "Sons2. Em todos eles se procurou desenvolver um olhar crítico e atento sobre a produção musical nas mais variadas latitudes, antecipando, sempre que possível, nomes promissores ou potenciais fenómenos em evolução. Uma postura que nos obrigou quase sempre a privilegiar o futuro em detrimento do passado. Mas como o futuro rapidamente se transforma em passado, na voragem das épocas e das modas, há um tempo em que é preciso olhar para trás e ver o que ficou que valha a pena. Foi o que fizemos, um dia, ao ousar um balanço qualitativo da música popular portuguesa através dos seus melhores álbuns e desde os alvores do vinil. Não foi fácil a escolha, dada a necessidade de, por um lado, privilegiar o valor intrínseco de cada obra e, por outro, não deixar de fora correntes minimamente representativas destas quatro décadas. Mas fizemo-la, nas páginas do então "Pop Rock". Hoje, ao olhar para trás e ao reler estes textos escritos à volta de discos que fazem parte da nossa memória colectiva, gostaríamos que o livro que agora se edita, em frutuosa colaboração com a FNAC, não fosse visto como uma obra acabada mas sim como um contributo, entre outros, para aproximar cada leitor do universo da música popular em Portugal.
Nuno Pacheco
Director Interino do Público




Sem comentários:

Posts Relacionados

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...