follow me on Twitter

Post Aleatório

A Carregar...
Gadget by The Blog Doctor.

8.2.15

Memorabilia: Revistas / Magazines / Fanzines (24) - Sonora #1 - 1990


Sonora
#1 - 1990
98 páginas
Bilingue: Italiano + Inglês
com CD de oferta 


Revista italiana ligada à editora Materiali Sonori (MASO) que, penso, ainda estar em actividade.


The Durutti Column

Os primórdios foram decididamente punk. Podem achar difícil de acreditar nisso depois de ouvirem dez anos de produção sofisticada, incluindo experiências impressionistas, avantgarde, folk eléctrico e, vagamente, improvisação jazz.
"Manchester é um lugar onde é realmente difícil de viver. Não há trabalho, nem a possibilidade de desenvolver a maior parte do enorme potencial criativo da gente mais jovem. Frustração e violência são os resultados. É muito similar à situação em Liverpool, e, aí também, a única válvula de escape é a música... ou a violência".
Vini (Vincent Reilly) no intervalo entre estados de graça criativa continuou a sua procura interior, pesquisando toda e cada uma das possibilidades de transformação no trabalho de viver. Lugares onde todos os homens capazes de sonhar têm acesso. "A ideia básica por detrás da música da Durutti Column é quebrar com qualquer estrutura que suporta as fundações do formalismo musical, em ordem a tentar e criar um tipo de música que possa realmente pertencer a todos". Os primórdios foram decididamente punk. O cenário é a Inglaterra em 1976. As experiências iniciais de juventude tiveram os nomes de Qed e Wild Rams. Então Vini, em conjunto com o vocalista Ed Banger, fundou os Nosebleeds, autores de um single de sucesso, na cena punk, com o eloquente título Ain't Bin To New Music School e Fascist Pigs. No ano seguinte, Ed Banger deixou a formação e Vini formou a Durutti Column. Em 1978.
"Tenho dúvidas de que serei alguma vez visto no Top Of The Pops".
Buenaventura Durutti foi um comandante de uma brigada anarquista, na Guerra Civil de Espanha, de 1936. Nos anos sessenta os Situacionistas utilizaram a Durutti Column como um símbolo.É um símbolo para Vini também, cantor de uma Guernica diária nos limites entre a loucura e o brilhantismo. "A anrquia é algo que nos diz respeito. Toda a cultura punk são ideias de crianças surripiados do movimento Situacionista. Quando o punk ficou muito comprometido, ele próprio, em aceitar os sistemas da indústria e se tornou uma simples questão de moda, pensámos em reafirmar os valores iniciais com que começámos.".
Quem acreditou na pureza talentosa das visões guitarrísticas de Vini, foi a Factory, que não é um emblema de editora independente por acaso. O encontro foi o certo e resultou. Juntamente com os Joy Division, Cabaret Voltaire e Dowie, a Durutti Column apareceu no primeiro EP lançado pela Factory, o histórico Fac 2, com duas faixas: No Communication e Thin Ice.

"Sempre soube que as pessoas não correriam a comprar os meus discos como se a sua vida disso dependesse. Ouvem-nos enquanto falam; como música de fundo para fazer amor; mesmo em casa alheia. Eles ouvem e dizem: Sim, é fixe, é muito bonito e bom, talvez volte a ouvi-los. Mas não sei se alguém alguma vez disse: Wow, sim, é um grande disco. Tenho de o ir comprar imediatamente.".
O primeiro Lp foi The Return of Durutti Column e foi gravado depois ter sofrido um esgotamento nervoso, que originou a separação do grupo. De aí em diante os Durutti Column passou a ser apenas o "outro eu" de Vincent. Até à entrada do baterista Bruce Mitchell, que surgiu no álbum LC, há uma sensação de unidade grupal. "Há um processo estranho por detrás dos meus discos. Quando gravo um LP, geralmente penso que ele é realmente bom até que me dizem que a mioria das pessoas consideram a minha música como ambient music. Isso significa que cometi algum erro porque as pessoas costumam ouvir a minha música de forma mais atenta e não usá-la como pano de fundo para alguma outra coisa que estão a fazer".
A colaboração com Bruce Mitchell tornou-se uma coisa regular. Não apenas Mitchell se tornou em algo mais de um acompanhante rítmico refinado para os monólogos de Vini, ele tornou-se o organizador, o seu patrono, a defensiva rocky do projecto Durutti Column.
"A minha maneira de tocar tornou-se agora mais ao vivo. Eu estive metido nos comprimidos durante alguns anos, drogas pesadas... tranquilizantes e antidepressivos, devido à minha doença estranha que tinha. Assim que deixei de os tomar, apesar de o médico me ter aconselhado a não o fazer, senti-me melhor. Agora não me deixo dormir a tocar guitarra, a cada meia hora, e a minha música mudou também: há menos tristeza e mais optimismo. O público também notou isso, e isso é muito importante para mim".
Toda a década de 80 está delicadamente tingida com as cores das aguarelas assinadas pelo lutador republicano espanhol. Desde Another Setting até Vini Reilly, o génio agradável de Bruce e Vini deixaram permanentemente as suas sementes na bandalidade da década.
"Eu não concebo sectorizações na música, limitarmo-nos ao aspecto formal ou separar as coisas em estilos. Frequentemente as pessoas páram e dizem, isto é jazz, aquilo é rock, sem tentarem analisar mais de perto ou discutir o conteúdio das coisas".
A guitarra de Vini Reilly foi utilizada frequentemente como um instrumento novo e/ou atípico: por Steven Brown e Benjamin Lew e Anne Clark até (surpreendentemente) Morrisey. "Diverti-me realmente a gravar O LP do Morrissey mesmo tendo em conta que não há nada de Durutti Column em Viva Hate. Essa colaboração foi muito engraçada. Eu já vinha a pensar em fazer algo em conjunto com ele desde 1985. Queria gravar alguma coisa com ele mesmo que não fosse para editar em disco. Eu sabia que publicar qualquer trabalho feito com a participação do Morrissey teria parecido como eu se estivesse a tentar tirar partido do seu sucesso. De qualquer modo, ele nunca respondeu às mensagens que lhe enviei na sua caixa de mensagens. Quando ele, inesperadamente, entrou em contacto comigo, iso foi muito estranho mas, em qualquer caso, fiquei felicíssimo".
Em tempos de ruído ensurdecedor e som para multidões, a gama musical cromática e não adornada dos Durutti Column tornou-se a banda sonora para redescobrir a rara capacidade que hoje temos/usamos: reflexão.
"Eu não fiz nada para eliminar o desapontamento que rodeia a minha música. Cada álbum que fiz foi uma oportunidade perdida. Não há qualquer dúvida sobre isso. Quando chegar o tempo em que eu gravar um LP que me satisfaça plenamente e que fique feliz com ele, então chegou para mim o momento de me arrasatr até ao jardim e suicidar-me. Penso que chegarei a muito velho antes de que isso possa acontecer".

Trabalhos
The Durutti Column
. The Return Of The Durutti Column LP/Cas  Factory   Fact 14   1980   GB
. First Aspect Of The Same Thing Second Aspect Of The Same Thing (incluído no Fact 14)   flexi-disc   Factory   Fac 14c   1980   GB
. LC   LP/Cas   Factory   Fact 44   1981   GB
. I Get Along Without You Very Well   7"   Factory   Fac64   1981   GB
. Lips That Would Kiss / Madeleine   12" / 7"   Factory Benelux   Fbn 2   1981   Bel
. Deux Triangles   12"   Factory Benelux   Fbn 10   1081   Bel
. Two Triangles   12"   Factory   1982   GB
. Enigma / Danny (edição limitada 2730 cópias)   7"   Sordide Sentimental   1982   FR
. Live At The Venue London (bootleg)   LP   Vu   1983   GB
. Another Setting   LP   Factory   Fact 74   1983   GB
. Amigos Em Portugal   LP   Fundação Atlântica   1984   Por
. Say What You Mean Mean What You Say   7"   Factory   Fact 114   1985   GB
. Domo Arigato (live)   CD   Factory   Facd 144   1985   GB
. Tomorrow   7" / 12"   Factory Benelux   Fbn 51   1985   BEL
. Short Stories For Apuline   LP   1985 
. Domo Arigato (live)   VHS vídeo   Factory   Ikon 16   1986   GB
. Without Mercy   LP/Cas   Factory   Fact 84   1986   GB
. Circus And Bread   LP/CD/Cas   Factoryy Benelux   Fbn 36   1986   BEL
. Valuable Passages   2xLP   Factory   Fact 146   1986   GB
. Greetings Tree   12"   Materiali Sonori   Maso 70003   1986   ITA
. White Rabbitt (com Debi Diamond)   12"   Factory   Fact 184   1987   GB
. When The World   7" / 12" / CD   Factory   Fact 194   1987   GB
. The Guitar And Other Machines   LP/CD/DAT/Cas   Factory   Fact 204   1988 GB
. The Durutti Column (contém extractos do Fact 204)   flexi-disc   Factory   Fact 214   1988   GB
. Live At The Bottom Line N.Y.   Cas   Reach Out International   A 152   1988   USA
. The Early Years - The First Four Albums On CD   CD   Factory   Fact 224   1988   GB
. Womad 88 (live)   3"CD   Factory   Fact 234   1988   GB
. Vini Reilly   LP   Factory   Fact 244   1989   GB
. Vini Reilly   CD Vídeo   Factory   Fact 244 d   1989   GB
. Sporadic Recording (edição limitada)   CD   Sporadic Production   1989   GB
. Obey The Time   2xLP/CD   Factory   Fact 274   1990   GB
. Dry   LP/CD   Materiali Sonori   Maso 33065   1991 ITA

Artistas Vários
. No Communication / Thin Ice (in "A Factory Sample")   2x7"   Factory   Fact2   1978   GB
. A Factory Quartet   2xLP   Factory   Fact 24   1980   GB
. Piece For An Ideal / Weakness And Fever (in "From Brussels With Love)   2xLP   Les Disques du Crépuscule   Twi 007   1980   BEL
. Marie Louise Ganders (in "The Factory Compilation)   LP   Factory Benelux   Fbn 7   1981   GB
. The Eye And The Hand / Experimental In Fifth / Party (in"The Fruit Of Original Sin")   2xLp   Les Disques du Crépuscule   Twi 135   1981   BEl
. One ChristmasFor Your Thoughts (in "Chantons Noel - Ghosts Of Christmas Past   LP   Les Disques du Crépuscule   Twi 058   1981   BEL
. Some Of The Interesting Things You'll See   LP   Les Disques du Crépuscule   1983   BEL
. Sense Of Beauty   LP   Uniton   1985   NOR
. The Sea Wall / Duet com Blaine L. Reininger (in "Operation Twilight")   LP   Interior Music   Im 005   1986   BEL
. The Square / Little Horses Of Tarquinia / The Sea Wall / La Douleur com Blaine L. Reininger (in "Hommage A Duras")   LP   Interior Music   Im 011 1986   BEL
. For Friends In Italy / Florence Sunset (in "The Greetings Compact")   CD   Materiali Sonori   Maso 90001   1988   ITA
. Artists For Animals - The Liberator   LP   Deltic   1989   GB
. San Giovanni Dawn (in "The Greeting Compact Volume 2)   CD   Materiali Sonori   Maso 90014   1990 ITA
. Our Lady   (in "Sonora 1/90)   mag+CD   Materiali Sonori   Sonora 1/90   1990   ITA

Vini Rilley
. Nosebleeds - "Ain´t Bin To No Music School / Fascist Pigs"   7"   Rabid   Tosh 2   1977   GB
. Nosebleeds - "Ain´t Bin To No Music School" (in "Streets")   LP   Beggars Banquet   Bega 1   1977   GB
. Nosebleeds - "Ain´t Bin To No Music School" (in The Crap Stops Here")   LP   Rabid/Absurd   Last 1   1980   GB
. Jez & Vini Sleep Will Come (in "From Brussles With Love"   LP   Les Disques du Crépuscule   Twi 007   1980   BEL
. Anne Clark - "Changing Places"   LP   Red Flame   Rf 22   1983   GB
. Benjamin Lew & Steven Brown - "A Propose D'Un Paisage" (reeditado em Cd em 1989)   LP   Crammed Discs   Mtm 16   1985   BEL
. Richard Jobson - "An Afternoon In Company"   LP   Les Disques du Crépuscule   Twi 080   BEL
. Richard Jobson - "The Right Man"   2xLP   Les Disques du Crépuscule   Twi 615   1985   BEL
. Morrissey - "Viva Hate"   LP/CD/Cas   EMI   Csd 3787   1988   GB
. Morrissey - "Suedehead"   7"/12"/Cd   EMI   Pop 1618   1988   GB
. Morrissey - "Everyday Is Like Sunday"   7"/12"/CD   EMI   Pop 1619   1988   GB

Bruce Mitchell
. Annette & Victor Box - "Rollin' Back"   LP   Sonet   Sntf 663   1974   GB
. Albertos Y Los Trios Paranoias - "Alberto Y Los Trios Paranoias"   LP   Transatlantic/Logo   Tra 316   1976   GB
. Albertos Y Los Trios Paranoias - "Italians From Outer Space"   LP   Transatlantic/Logo   Tra 349   1977   GB
. Albertos Y Los Trios Paranoias - "Snuff Rock"   12"   Stiff   Last 2   1977   GB
. Albertos Y Los Trios Paranoias - "Dead Meat"   2x7"   Transatlantic/Logo   Go 323   1978   GB
. Albertos Y Los Trios Paranoias - "Skite"   LP   Logo   1009   1978   GB
. Albertos Y Los Trios Paranoias - "Snuffin' Like That / Gobbing On Life / Kill (in "Heroes Down No Nonsense")   LP   Stiff   Seeez O   1978   GB







Sem comentários:

Posts Relacionados

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...