follow me on Twitter

Post Aleatório

A Carregar...
Gadget by The Blog Doctor.

9.2.15

Memorabilia: Revistas / Magazines / Fanzines (25) - Rock Final - número único - 1982


Rock Final
Número único - comemorativo dos dois anos de actividade do programa radiofónico "Rolls Rock", do pioneiro António Sérgio
72 páginas


... agora que a "ROCK FINAL" está feita, contemos um pouco da sua história. Tudo começou com o desejo expresso por um grupo de amigos e ouvintes da emissão do Rolls Rock, no FM Estéreo da Rádio Comercial, em obterem os textos que eram difundidos no programa. Mas mais ainda esses ouvintes e muitos de nós, sonhávamos com a hipótese de um periódico que fosse de informação musical alternativa à pobreza infelizmente habitual nas publicações nacionais.
Em vez de se conseguir uma revista mensal, chegou-se, por empurrões de dificuldade financeira, à possibilidade de fazer uma revista com maior número de páginas que servisse de comemoração ao 2º aniversário do Rolls Rock, que reunisse a maior parte dos textos de grande impacto feitos durante 1981 e que, pelo facto de aparecer finalizada, pudesse abrir perspectivas para um órgão de imprensa musical como nós gostamos.
O pequeno núcleo de amigos lançou-se ao trabalho. Eles sabem que só no conteúdo poderão ter lançado a alternativa, já que no aspecto gráfico tiveram de bater-se com todo o tipo de dificuldades, tendo sido obrigados a optar pelo uso mais económico dum off-set, sem sequer usar composição tipográfica. Daí que ninguém possa encontrar nem cor nem arranjos gráficos de luxo nesta "ROCK FINAL".
Mesmo assim algumas das páginas aqui incluídas traduzem bem o espírito criativo existente entre os que meteram mãos a este trabalho.
"ROCK FINAL" é portanto uma dedicatória marginal ao programa "Rolls Rock" e aos seus ouvintes. Daí não ter fins lucrativos e o preço de venda ser rigorosamente destinado a cobrir as despesas de arte-finalização e impressão.
Os que fizeram a "ROCK FINAL" esperam que a recepção seja boa, tal como esperam uma atitude crítica compreensiva por parte dos que dela forem leitores.

"ROCK FINAL" - contactos: Ana Cristina Barrento Pereira - Apartado 24 - Vila Franca de Xira.
Rolls Rock - Rua Sampaio e Pina, 26 Lisboa 1000 codex

Ficha Técnica
Textos de António Sérgio, Joaquim Manuel Lopes, Nuno Diniz, Ana Cristina, José António Santos.
Colaborações de Ricardo Camacho e Zé Paulo.
Artes finais de Ana Cristina e Joaquim Manuel Lopes.
Compilado em Dezembro e Janeiro (81/82).

Os textos incluídos foram transmitidos de Fevereiro a Dezembro de 81, no "Rolls Rock" - Rádio Comercial FM Estéreo, de 2ª a 6ª das 20 às 21 e Sáb. das 22 às 24h.

Sumário
Neo-românticos
Frank Zappa
Eno/Byrne
Cramps
American Jam
Wire
Motörhead
Stranglers
Iggy Pop
Fall
Joy Division
Alan Vega
Suicide
Prémios R. Rock'81
Siouxsie
Wah!
John Cale
U-2
Db's
Bauhaus
... e mais!

Prémios Rolls Rock 1981
Pelo segundo ano consecutivo, o Rolls Rock apresenta a sua lista própria de nomeações, relativas à produção musical moderna, e destinadas a salientar os melhores trabalhos, em várias secções, com que o programa e a sua equipa lidaram durante um ano de actividade. Os prémios, como facilmente se constata, orientam-se no sentido de uma escolha apurada dos trabalhos de grande qualidade de que tomámos conhecimento e ainda na busca duma mira do que é efectivamente futuro no mundo grande da produção musical moderna.

Melhor LP compilação: "STILL" - Joy Division
Melhor LP ao vivo - "HANX" - Stiff Little Fingers
Melhor Regresso - John Cale em "Honi soit..."
Melhor versão: "Telegram Sam" - Bauhaus
Melhor produtor: Martin Hannett pelo trabalho com New Order, E.S.G., Wasted Youth, Durutti Column e S. Pollitti
Desilusão do ano: DEVO no LP "New Traditionalists"
Esperança '82: Comateens
Revelação 81: WAH!
Revelação Alternativa: Birthday Party
Melhor compositor: Frank Zappa
Melhor capa: "The only fun in town" - Josef K
Melhor show estrangeiro em Portugal: Ian Dury & The Blockheads
Melhor vocalista masculino (ex-aequo): Ken Butler (Psychedelic Furs) | Bono (U2) | Peter Murphy (Bauhaus) | Ian McCulloch (Echo & The Bunnymen)
Melhor vocalista feminina: Barbara Cogan (Passions)
Melhor Secção Rítmica: Robbie Shakespeare / Sly Dunbar
Melhor Teclista: Dave Greenfield (Stranglers)
Melhor guitarra-solo: Tom Verlaine
Melhor multi-instrumentista: Don & David Was (Was Not Was)
Melhor Poema: "The Call Up" - Clash

Os 5 melhores singles do ano:
1 - Eye Of The Lens - Comsat Angels
2 - Pretty In Pink - Psychedelic Furs
3 - I'm Your Money - Heaven 17
4 - I'm In Love With A German Film Star - Passions
5 - Snakes And Ladders - TV21

Surpresa 81: Stray Cats

Prémios Hard Rock / Heavy Metal
Melhor LP: No Sleep 'Til Hammrsmith - Motorhead
Melhor Grupo: Motorhead
Esperança 82: Dark Star

Prémios Nacionais
Melhor Disco Português: "Ribeira" - Jafumega
Revelação: Taxi
Melhor Ao Vivo: U.H.F.

Os 10 Melhores Álbuns do Ano:
1 - Talk Talk Talk - Psychedelic Furs
2 - October - U2
3 - Was Not Was - Was Not Was
4 - Nah Poo, The Art Of Bluff - WAH
5 - Sandinista - Clas
6 - My Life In The Bush Of Ghsots - Brian Eno / David Byrne
7 - Heaven Up Here - Echo & The Bunnymen
8 - Mask - Bauhaus
9 - Fire of Unknown Origin - Blue Oyster Cult
10 - Faith - Cure






Sem comentários:

Posts Relacionados

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...